AutoMotor

Fiat retira carros da sua gama no Brasil

Bravo, idea, Freemont, Linea e Doblò Cargo não aparecem mais disponíveis no site da montadoraRio – O ano de 2017 é de mudanças radicais para a Fiat, que já retirou do seu site os modelos Bravo, Freemont, Idea, Linea e o Doblò Cargo. O fim da produção deles (e a importação do Freemont) aconteceu ainda no ano passado, mas se manteve disponível para venda até dezembro último em razão do que havia no estoque.Todos eles, convenhamos, eram apenas participantes dos seus respectivos segmentos, sem ocupar em nenhum momento uma posição de destaque. Nesta lista, o Doblò Cargo é de 2001, o Idea de 2005, o Linea de 2007, o Bravo de 2008 e o Freemont de 2011. Todos saem de cena sem deixar substituto, porém a demanda pelo Doblò Cargo pode ser atendida pelo Fiorino.Também já está fora da gama, desde o ano passado, o Siena EL, que era fabricado na Argentina. Ainda sobrevivem o Palio Fire, que é direcionado mais para frotistas, e o wagon Weekend, sem razão diante dos SUVs.PRÓXIMO PASSOPara este semestre, a Fiat está concluindo o “projeto X6H”, um inédito compacto premium que pode pôr fim ao Punto (que já perdeu as versões Sporting e T-Jet na linha 2017), e talvez o Palio também. A novidade terá elementos inspirados do novo Tipo europeu combinado com materiais que já encontramos aqui em Uno e Toro. Claro que haverá exclusividades no novo modelo.Nada ainda está confirmado, mas os motores do novo hatch premium devem o ser o novo 1.3 FireFly, disponível para as versões superiores do Uno, além do velho 1.8 eTorq, na sua última recalibração, com 139 cv no etanol e sem tanquinho de partida a frio. A transmissão deve ser a automática de seis velocidades encontrada em Renegade e Toro.Este compacto premium ainda deve gerar uma versão sedã, o “X6S”, que virá da Argentina, para ocupar o lugar do Grand Siena. O hatch premium sairá da fábrica em Betim (MG). Para a dupla, estão cogitados equipamentos de segurança como controles de tração e estabilidade e assistente para partida em rampa.

More AutoMotor

Mudança radical no SUV da Chevrolet

Modelo tem nova motorização mais econômica e leve. Carro chegará para disputar forte no mercado dos SUVsDetroit – O mexicano Tracker foi renovado, com propriedade, e transformou-se em um outro carro. Mais leve e com motor de menor inércia que a versão anterior ele é puxado, agora por um propulsor 1.4 turbo, de alumínio, que gera 153 cv de potência máxima e entrega mais agilidade através do câmbio de seis marchas automático sequencial.Com a frente redesenhada, seguindo a marca familiar, recebeu assinaturas em LEDS, que também aparecem nas lanternas traseiras. Teve modificadas a aerodinâmica e o interior, mais bem acabado e agradável. Para a segurança teve instalados alertas de ponto cego, úteis nas cidades.O discurso do carro, aliás, é todo urbano, com o conforto dos sedãs, embora com a mala de apenas 300 litros e tração dianteira.ONSTARA conectividade é um ponto forte do modelo, que além dos itens já prosaicos no mercado, vende ainda a exclusividade do OnStar, sistema que associa assistência e conforto ao usuário através de centrais dedicadas.Na versão para os Estados Unidos, que testamos aqui em Detroit antes do Salão do Automóvel, além do velocímetro em milhas, um excepcional sistema wi-fi 4G que ganha até do wi-fi do Hotel Marriott, onde estou hospedado. Pena que este conteúdo, por questões estruturais do Brasil, não vá ser oferecido por aí.NA PISTATemperatura baixa, muito baixa mesmo e chão congelado no quase Canadá que é o Estado de Michigan e vamos para a estrada. No test drive de pouco mais de 150 quilômetros deu para perceber virtudes no novo carro, como o excelente nível de acabamento e ruído e a agilidade do motor. O Tracker vai brigar no Brasil em segmento que cresce muito e é objeto de atenção de todas as marcas e agora tem o que oferecer em preço mais baixo, tecnologia e nível de equipamentos.A versão LT começa em R$ 80 mil, bem completa e a LTZ pode custar de R$ 90 a R$ 93 mil, esta última com airbag lateral e de cortina.

AutoMotor Archives

Tecnologia vai impedir falsificações em nova CNH
Documento estava sem renovação desde 2006. Implementação de mudanças começa neste mês no paísRio – Os novos habilitados e quem precisa renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vão receber ...
Nova geração do Camaro irá custar mais de R$ 300 mil
Quando chegou ao país, lá para o aparentemente longínquo ano de 2010, o veículo tinha a fama de acessível aos emergentesRio – O Camaro, quando chegou aqui, em 2010, fez ...
Sexta geração do camaro é paixão original de série
Modelo ganhou tudo novo, de uma carroceria menor e 83 quilos mais leve ao motor do Corvette, escondido por um design irrepreensívelRio – Esqueça os espaços internos e só pense ...
Onix Joy 2017, o substituto do Celta
Apesar de trazer identidade visual igual a da geração anterior, pacote de inovações mecânicas e tecnológicas compensamRio – Com a proposta ingrata de substituir o Celta, um dos líderes de ...
Com Tucson, Hyundai alcança marca de cinco SUVs no Brasil
O novo Tucson é a atração por conta do pacote e versatilidade exibidos em evento de lançamentoRio – Com o lançamento do new Tucson, a Hyundai passa a oferecer cinco ...
Hyundai Creta entra no páreo
Versões do novo SUV podem variar de R$ 70 mil na versão Attitude 1.6 manual a R$ 99,5 mil na Prestige 2.0 automático Rio – No mercado que está aí, ...
BMW F700 GS é lançada no Brasil
Big trail chega para ser modelo de entrada. Ela é produzida na nova fábrica da marca em ManausRio – Motociclistas, eis uma nova moto no Brasil, a BMW F 700 ...
Conexão entre o carro e o celular
Nova versão de aplicativo do Google permitiu que motorista acesse aparelhos por comando de vozRio – O Google agora disponibiliza uma nova forma de utilizar o Android Auto: direto na ...

« Página anteriorPróxima página »