Rosemary lança álbum ‘Ouça o Soprar do Vento’

27th julho 2017   ·   0 Comments

A cantora Rosemary lança o disco ‘Ouça o Soprar do Vento’e retorna aos palcos com novo repertório

Cantora volta aos palcos com novo repertório

Cantora volta aos palcos com novo repertório

Foto: Divulgação

Fora dos estúdios desde 2006, quando lançou ‘Mulheres de Mangueira’, a cantora Rosemary apresenta seu novo trabalho no palco do Teatro da UFF, em Niterói. O 38º de sua carreira, ‘Ouça o Soprar do Vento’ — título escolhido pelos fãs, em votação pelo Facebook — tem dez músicas, oito delas inéditas. Os niteroienses serão os primeiros a ouvir o álbum ao vivo. “Já faz um tempinho que eu estava querendo me apresentar na UFF, para o público de Niterói. Acho que vou sentir essa relação com o público verdadeiramente agora com esse meu show”, avalia.

Uma das faixas do novo disco é, na verdade, antiga — o ‘Hino à Bandeira Nacional’ foi composto por Olavo Bilac, em 1906. A releitura teve a participação de Ivan Lins, Frejat, Leoni e Lulli Chiaro. Rosemary diz que resolveu regravar a canção como um “grito de alerta” em meio à crise política e econômica do país. “Infelizmente, temos muitos políticos que não cuidam nem do povo, nem da nossa nação. A principal mensagem [DA MÚSICA]é que a educação molda o caráter de um cidadão. A cultura é transformadora”, desabafa

A cantora não tem receio de se envolver em questões políticas: ela já participou de campanhas para a filtragem sorológica de bancos de sangue, para a adoção de famílias nordestinas carentes e, mais recentemente, para a aprovação da PEC da Música — emenda que dá imunidade fiscal para a indústria fonográfica. Sua causa mais recente é uma lei para tornar obrigatório o ensino de música popular brasileira e de cultura nacional nos colégios. Na linha de frente com Rosemary estão nomes como Fagner, Frejat, Leoni, Ivan Lins, Sandra de Sá e Fernanda Abreu.

“Fui educada por um pai e uma mãe que sempre tiveram um olhar abrangente para a vida e para as pessoas. Percebo a falta de interesse de grande parte da nossa juventude pela cultura de nosso país. Vejo que é necessário maior investimento do Ministério da Cultura em formar professores especialistas no ensino da nossa cultura”, comenta cantora.

A educação musical de Rosemary começou cedo: o pai, Romário, tocava bandolim; a irmã, Terezinha, era garota-propaganda do apresentador Chacrinha e levava a caçula, ainda menina, para assistir às gravações do programa na Rádio Globo. No novo disco, a cantora também relembra os velhos tempos — uma das faixas é ‘Esse Cara é Você’, homenagem ao companheiro de Jovem Guarda, o rei Roberto Carlos.

Readers Comments (0)