‘Diástase’, Entenda as causas, sintomas e prevenção do problema

14th fevereiro 2017   ·   0 Comments

Exercícios físicos são a melhor forma de combater a diástase, que causa estufamento e flacidez na barriga. Saiba mais

Durante os nove meses de gestação o corpo da mulher passa por diversas mudanças que persistem ainda no pós-parto. É o caso da diástase, afastamento dos músculos do abdômen, que afeta muitas mães depois da gravidez. Ela acontece quando a distância entre os músculos abdominais não voltam à forma original mesmo após a gestação.

Exercícios físicos são a melhor solução para a diástase

Exercícios físicos são a melhor solução para a diástase

Foto: Divulgação

A diástase pode acontecer quando a estrutura do corpo de algumas mulheres não aguentam a pressão do crescimento do útero. O estufamento da barriga e a flacidez são os principais indicativos do problema. Além disso, dores nas costas, pernas e na região pélvica. “É muito comum as recém mamães sentirem vergonha ou terem a autoestima baixa devido ao problema”, afirma Gabriela Cangussú, especialista em exercícios pós-parto.

Prevenção

“É importante que a gestante adote hábitos saudáveis, com uma alimentação balanceada e a prática de exercícios de baixa intensidade”, explica a especialista. Após o parto e a liberação do médico, a intensidade dos treinos pode ser aumentada gradualmente.

Além disso, mulheres que tiveram diástase em gestações anteriores tem mais chance de desenvolvê-la. Por isso, é recomendável um intervalo de dois anos entre uma gravidez e outra.

Solução

Os corpos variam de mulher para mulher, assim como o tempo de recuperação, mas, no geral, é possível reverter o problema com atividades de fortalecimento que podem ser feitas em casa. “Prancha abdominal e exercícios sem carga são uma ótima opção para as mães”, diz Gabriela.

Para solucionar e previr o problema, Gabriela sugere três exercícios:

Ponte lateral – isometria

A ponte lateral é um dos exercícios indicados para combater o problema

A ponte lateral é um dos exercícios indicados para combater o problema

Foto: Divulgação

Para fazer esse exercício, fique de lado, com as pernas unidas e joelhos estendidos. Apoie o cotovelo e o antebraço no chão, deixando o cotovelo abaixo do ombro. Eleve o quadril e apoie a mão livre na cintura.

Fortalecimento de transverso

Deite-se com as costas no chão com os joelhos dobrados e os pés apoiados no chão. Entao, tente aproximar o máximo que puder o umbigo da coluna e se mantenha na posição. Evolua aumentando o tempo de permanência na posição.

Segundo Gabriela, os exercícios que mais ajudam na diástase são aqueles que contraem o abdômem, já que fortalecem a regição.

Readers Comments (0)